Metrónomo e Notas Longas

Metrónomo e Notas Longas

Toda a gente conhece a importância de estudar com um metrónomo (mas nem toda a gente o usa…). Em geral associa-se a sua utilização ao estudo de frases mais rápidas (escalas, estudos, etc) para ganhar velocidade e rigor de execução.

Mas não devemos menosprezar a utilidade do metrónomo no estudo de notas longas e exercícios de som. Aliás o principal desafio de tocar “rápido” tem que ver essencialmente com respiração e não com “dedos”.

Quando tocamos uma passagem rápida a pressão dentro do saxofone varia muito, e muito depressa (o comprimento útil do tubo está sempre a mudar). Para que o som saia regular é preciso compensar essa variação de pressão com um fluxo de ar constante que resulta da nossa projecção e respiração.

Para tal é preciso “disciplinar” a respiração e é aí que entra o metrónomo. Como exemplo sugiro um exercíco de som básico, com metrónomo lento (40 a 60 batimentos por minuto), e em que tocamos uma nota durante 4 a 6 batimentos e respiramos em 2 (ou 3, ou 4 consoante a nossa prática e à-vontade).

Ou seja, o segredo é respirar a tempo. Ao fim de uns minutos de estudo nota-se a diferença. A princípio nota-se também mais cansaço, mas com estudo de som diário os resultados aparecem.

  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: