Arquivo para categoria Peças de um sax

Peças de um sax

Peças de um sax


O sax é um instrumento fabricado em metal, geralmente latão, com uma mecânica semelhante à do clarinete e à da flauta.

É composto basicamente por um tubo cônico com 26 orifícios que têm as aberturas controladas por 23 chaves vedadas com sapatilhas geralmente de couro, isso nas versões mais modernas e uma boquilha onde se acopla uma palheta geralmente de bambu (instrumento de palheta simples).

A família do sax é bem extensa, mas o desenho é semelhante em todos, sendo de forma similar a um cachimbo ou ainda reto, dependendo do tamanho. As exceções são o sopranino e o soprano, construídos geralmente sem curvatura, semelhante a uma flauta.


As peças mais importantes de um sax são as palhetas e as boquilhas. Cada modelo de sax tem uma tipo de palheta e boquilha.

A boquilha é a peça que se encaixa na ponta do sax e na qual é fixada a palheta. Seu funcionamento é semelhante ao de um apito, que gera as vibrações que irão percorrer o corpo do instrumento e as quais se tornarão o som típico do sax.


O formato das boquilhas também pode variar bastante, tanto externamente quanto internamente. Alterações nos formatos implicam em alterações significativas do som produzido, e devido a este fato, a escolha da boquilha é uma decisão muito pessoal para cada saxofonista.

A palheta é a responsável pela emissão do som pelo instrumento, ela está para o sax como a corda está para o violão.

Ao soprarmos a boquilha é gerada uma coluna de ar que faz vibrar a palheta, produzindo o som. Existem numerações para determinar o nível de dureza de uma palheta, quanto mais dura é a palheta, maior é o esforço para a emissão da nota, contudo menor é o esforço para manter o controle da afinação.

Essas são as duas peças que fazem a diferença para cada modelo de sax. São as peças mais importantes para qualquer tipo de sax.

A limpeza e a manutenção dessas peças devem ser feito de modo bastante cauteloso para evitar danos nas peças e, conseqüentemente, no aproveitamento musical do sax.

Na hora da compra de um sax, informe-se sobre as peças de cada modelo de sax e escolha sempre as melhores peças para o seu sax, peças de boa qualidade e compatíveis com o modelo de sax.

Deixe um comentário

Palhetas do sax

Palhetas do sax

As palhetas estão para o sax assim como a corda está para o violão. Ela é a responsável pela emissão do som pelo instrumento. Ao soprarmos a boquilha é gerada uma coluna de ar que faz vibrar a palheta, produzindo o som.

São fabricadas com madeira, geralmente cana ou bambu, existindo, porém palhetas sintéticas criadas pela engenharia moderna.

Existem numerações para determinar o nível de dureza de uma palheta, mas esta numeração não é padronizada, varia de fabricante para fabricante. Quanto mais dura, maior é o esforço para a emissão da nota, contudo menor é o esforço para manter o controle da afinação.


Existem três tipos básicos de palhetas para instrumentos de sopro: simples, duplas e livres.

As simples são lâminas de cana-do-reino, cortada e raspada de acordo com as dimensões do instrumento. Elas têm um formato aproximadamente retangular, com uma das extremidades arredondada e mais fina. A palheta é acoplada e presa a uma peça chamada boquilha que serve como anteparo, contra a qual a palheta vibra para produzir o som.

As palhetas simples pode ser feita também de materiais sintéticos, mais duráveis, mas a maioria dos músicos prefere a versão natural, por produzir uma melhor sonoridade.


Durante a execução, a palheta é mantida umedecida para proporcionar perfeita vibração. O músico pode controlar a freqüência produzida através da pressão dos lábios.

O sax é um dos principais instrumentos que utilizam palhetas simples.

Os outros dois tipos, as palhetas duplas e livres não são utilizadas em sax.

A manutenção e a limpeza das palhetas devem ser feitas de modo bastante cauteloso para se evitar danos nessas peças e no aproveitamento musical do sax.

Alguns modelos de sax pedem tamanhos diferentes de palhetas por isso, na hora de comprar um sax ou apenas palhetas, esteja atento aos modelos.

Deixe um comentário

Boquilhas do sax

Boquilhas do sax


As boquilhas são, junto com as palhetas, as peças mais importantes de um sax.

São peças que se encaixam na ponta do sax e na qual é fixada a palheta. Seu funcionamento é semelhante ao de um apito, que gera as vibrações que irão percorrer o corpo do instrumento e as quais se tornarão o som típico do sax.

As boquilhas podem ser fabricadas dos mais diversos materiais: massa plástica, metais, acrílico, madeira, vidro e até mesmo osso, contudo as de massa plásticas e de metais são as mais utilizadas.

O formato também pode variar bastante, tanto externamente quanto internamente.


Alterações nos formatos implicam em alterações significativas do som produzido, e devido a este fato, a escolha de boquilhas é uma decisão muito pessoal para cada saxofonista. Não existe um padrão entre as fábricas. A grosso modo, duas medidas internas são definidas: a altura da abertura e a sua profundidade. Quanto maior for a abertura e menor a profundidade, mais estridente será o som produzido, já o contrário resulta num som abafado e pequeno.

As boquilhas, assim como as palhetas, têm modelos específicos para cada tipo de sax.


Elas devem ser bem limpas após cada uso do sax. A manutenção e a limpeza dessa peça devem ser feitas de modo bastante cuidadoso para que não seja prejudicado nada da peça e do sax em geral.

Cada tipo de sax tem um modelo de boquilha diferente. Por isso preste atenção quando for fazer a troca dessa peça do sax, é importante que ela seja nova e do mesmo modelo do sax.

Por serem tão importantes para o sax, as boquilhas devem ser muito bem cuidadas. A limpeza e a manutenção das boquilhas devem ser cautelosamente feitas. A troca é necessária depois de certo tempo de uso do sax, então troque quando necessário as boquilhas do seu sax.

Cuide bem do seu sax e de suas boquilhas para que o aproveitamento musical do instrumento seja o melhor possível.

Deixe um comentário

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.